Iniciação ao cultivo de videiras Passo a Passo.

Limpe o terreno, tanto de restos vegetais, ervas daninhas, pedras...

 

Prepare o terreno: Um trabalho profundo é ideal (40 a 80 cm) que descompacte o solo. 

 

Selecione a variedade ou variedades que deseja plantar. Procure colocar uma linha por cada variedade.

 

 Faça um pequeno plano em papel para saber aproximadamente onde e quantas plantas necessita. (Veja o seguinte ponto: Quantas plantas de videira cabem no meu terreno?).

 

Marque com tutores no terreno a localização final de cada planta, assegure-se de deixar espaço suficiente para a passagem de máquinas e os caminhos de serviço.

 

 Solicite as suas plantas e, uma vez recebidas, faça os furos de plantação. Introduza as plantas, cubra-as bem com terra fresca e adicione água. Regue com água semanalmente, se necessário.

 

 Na chegada da primavera, aplique um fertilizante como 15-15-15 à razão de 10 gramas por planta diluída em 10 litros de água. Repita a operação de rega + fertilizante a cada 15 dias durante os meses de verão.

 

Mantenha o terreno limpo de ervas daninhas. No caso de lavouras de sequeiro, o cultivo ajuda a manter a parcela limpa e hidratada.

 

 Observe as plantas para que elas estejam saudáveis. Detete manchas nas folhas, folhas comidas... e realize algum tratamento fitossanitário durante o verão se for necessário. 

 

Faça o download aqui do nosso Guia para a Plantação de uma Vinha.

 

Quantas plantas cabem no meu terreno?

Densidade de plantação é o número de plantas de videira plantadas num hectare (1ha = 10.000 metros quadrados). Uma densidade média adequada varia entre 2.500 e 4.000 cepas por hectare, sendo 3.000 cepas por hectare uma estrutura amplamente utilizada.

A maquinaria que usamos, tratores, alfaias é o que marcará a largura entrelinhas da nossa vinha, e pode variar entre 1,5m a 4 m. Recomenda-se medir as alfaias ou o cultivador que vamos usar e adicionar cerca de 40 cm, 20 cm de cada lado para facilitar o trabalho de lavrar e ter uma pequena margem de erro.

Uma vez definida a largura das entrelinhas, devemos calcular a distância de cepa a cepa, para atingir a densidade de 3.000 cepas por ha, neste caso específico.

Existem tabelas de cálculo aproximado de cepas por Hectare. Tabela de densidades na plantação de uma vinha:

 

Número de plantas em função da largura da entrelinha (eixo horizontal) e distância entre as cepas (eixo vertical)

Uma vez definida a largura da entrelinha e a distância entre as cepas, podemos aplicar a seguinte fórmula matemática para calcular o número de plantas de que precisamos: 

nº plantas necessárias = S / (L x D)

onde L: Largura da entrelinha; D: Distância entre cepas e S: metros quadrados que dispomos para plantar, ou o que é o mesmo: o número de plantas necessárias é a área a ser plantada em metros quadrados dividida pelo produto do marco (largura da entrelinha multiplicada pela distância entre as cepas).

Exemplo:

 

 

Dispomos de 250 metros quadrados de terreno. A largura da entrelinha selecionada é de 2.80 m.

A distância de cepa a cepa é de 1.20 m

nº plantas necessárias = 250 / (2.80 x 1.20)

Realizando a operação matemática obtemos o resultado de: 74.40 plantas, e pediremos ao viveiro 75.


Dois exemplos de densidades de plantação muito utilizados são:

3m x 1m: Três metros de largura de entrelinha por 1 m de cepa a cepa.

2.5m x 1.20m: dois metros e meio de entrelinha por 1.20 m de cepa a cepa.

Para escolher uma densidade de plantação adequada, devemos ter em conta outros fatores que nos podem condicionar, como fertilidade e estrutura do solo, vigor do porta-enxerto e da variedade selecionada, existência ou não de sistema de irrigação...


Qual é a melhor época para plantar a vinha?

 

 

Quando se planta a vinha?

A época de plantação é sempre numa paragem vegetativa, quando a planta está em repouso.

Pode ser plantada desde dezembro (início da paragem vegetativa) até aos meses de maio e junho.

A época de plantação da vinha está limitada pelas condições climáticas da parcela de destino.

Em climas mais quentes, podemos fazer uma plantação anterior, e em climas mais frios ou com riscos de geadas tardias, precisamos plantar mais tarde.

 

Preparação do solo para plantar uma vinha.

 

 

Um trabalho profundo para a preparação do solo:

É conveniente descompactar o solo para favorecer o desenvolvimento das raízes de plantas jovens de videira.

Uma boa preparação do solo é um fator essencial na longevidade, resistência à seca e exploração da qualidade do "solo".

Realiza-se uma vez na vida da vinha, portanto não se devem poupar despesas nesta operação.

Dependendo da natureza do solo, é preferível transformar a terra (açude em solos argilosos) e subsolar (em solo pedregoso e arenoso).