MOSCATEL GALEGO BRANCO


25 Votos
Quantidade:
A unidade fica por 3.99 € poupaça de 0 %
Preço: 3.99
IVA incluído

[Ver tabela de preços]
Quantidade Preço: Poupe
De 1 a 10 uds. 3,99 €/ud. 0 %
De 11 a 24 uds. 2,99 €/ud. 26 %
De 25 a 99 uds. 1,99 €/ud. 51 %
De 100 a 199 uds. 1,84 €/ud. 54 %
+200 1,69 €/ud. 58 %

MOSCATEL GALEGO BRANCO

De origem muito antiga, procede da bacia oriental do Mediterrâneo, onde continua a ser cultivado (Moscatel de Samos), localizando-se a sua área de cultivo preferente no noroeste de Itália, nas colinas do Piemonte e do Oltrepò Pavese (Moscato d'Asti, Moscato Canelli). Embora limitadamente, foi difundido por toda a Itália (Moscato di Trani, Moscato di Montalcino, Moscato di Siracusa) e, também, foi difundido pelo Leste da Europa sob o nome de Tamjanika na Servia, Temjenika na Macedónia e Tamaioasa na Roménia. Cultiva-se na Alemanha (Gelber Muskateller) e em França (Muscat a petit grain, Muscat de Frontignan), principalmente na Alsácia e Jura. Em Espanha é cultivado em zonas da Catalunha (Moscatel de Grano Menudo) e da Comunidade Valenciana (Moscatel de Grano Pequeño, Moscatel Morisco).

Em Portugal é cultivado principalmente na região do Douro.

Caraterísticas ampelográficas:

A casta é bastante homogénea, as diferenças devem-se à forma do cacho, à produtividade e aos aromas que, frequentemente, dependem do ambiente do cultivo.

Pâmpano de ápice expandido, discretamente tomentoso de cor verde claro com tons de vermelho carmim.

Folha média, pentagonal-orbicular, trilobulada ou pentalobulada com dentes muito pronunciados, margem subtil de cor verde escura, lisa quase glabra.

Seio peciolar em lira ou V estreito. Cacho médio, semi-compacto ou semi-solto, cilíndrico-piramidal, alado.

Bago médio, elipsoidal de cor amarela âmbar de separação fácil; película consistente, polpa carnosa com forte sabor a moscatel.

Aspetos de cultivo:

cepa de vigor médio com porte da vegetação ereto; sarmentos robustos com entrenó médio-curto, vegetação relativamente equilibrada.

Formação e poda:

adapta-se a várias forma de poda. Na sua grande área de cultivo Seguemse, portanto, as práticas de cultura locais (podas longas e cordões esporonados), enquanto no centro-sul também é possível a mecanização total.

Época de abrolhamento: média-precoce.

Época de maturação: média-precoce.

Produção: boa e constante; frequentemente deixa uma excessiva carga de garfos por planta, pode ser negativa para a qualidade do produto.

Sensibilidade às doenças e adversidades:

sensível ao oídio, botrytis e carências de magnésio e potássio. Boa resistência ao frio do Inverno.

Potencial enológico:

dá origem a vinhos diversos, dependendo da área de cultivo e tipos de tratamentos; no sul e nas ilhas habitualmente são preparados vinhos licorosos, enquanto no norte predominam vinhos espumantes.

O vinho licoroso é de cor amarela dourada, por vezes âmbar, de perfume muito intenso, fortemente aromático, robusto de corpo, alcoólico e doce. Os moscateis espumantes são os mais conhecidos.

Clones em multiplicação:

Moscatel galego branco clones franceses: Inra-Entav 154.

Outras plantas de videira que podem lhe interessar:

Sauvignon Blanc

stock 100%

Preço dependendo da quantidade:
desde 1,69 € / ud.
IVA incluído.

Chardonnay

stock 100%

Preço dependendo da quantidade:
desde 1,69 € / ud.
IVA incluído.

Macabeo

stock 100%

Preço dependendo da quantidade:
desde 1,69 € / ud.
IVA incluído.

Airen

stock 100%

Preço dependendo da quantidade:
desde 1,69 € / ud.
IVA incluído.